Homem confessa ter matado toda a sua família na Áustria

Viena - Um homem de 39 anos confessou ter matado nas últimas 24 horas sua esposa, sua filha, seus pais e seu sogro, informou nesta quarta-feira a polícia em Viena.

EFE |

O suspeito se entregou na madrugada de hoje às autoridades do país e confessou ter matado com um machado sua esposa e a filha do casal, de 7 anos, em um bairro de classe média alta da capital austríaca, informou a emissora pública "ORF".

Os agentes encontraram os corpos da mulher e da menina no apartamento da família, enquanto os cadáveres dos pais foram achados na cidade Ansfelden, na Alta Áustria, e o do sogro na localidade de Linz, capital desse estado.


Autoridades da Áustria retiram um dos corpos do apartamento  (Foto: AP)


Segundo o diretor da segurança pública da Alta Áustria, Alois Lissl, o suspeito teria tentado se enforcar após cometer os crimes.

O responsável de segurança disse à agência de notícias "APA" que os crimes foram "especialmente cruéis", já que o agressor atacou suas vítimas na cabeça com o machado.

A Polícia encontrou várias cartas do agressor, nas quais ele pede desculpas pelos crimes, mas as autoridades ainda não conseguiram descobrir os motivos reais dos assassinatos.

Após matar sua esposa e filha, o suspeito viajou a Ansfelden, onde tirou a vida primeiro de sua mãe, na entrada de sua casa, e depois seu pai, que estava dormido no sofá.

Em seguida, ele viajou a Linz, a poucos quilômetros de Ansfelden, onde atacou e matou seu sogro, relatou Lissl.

Leia mais sobre outro crime que chocou a Áustria:

  • Fritzl atribui abusos contra filha a 'vício', diz revista
  • Tribunal prolonga por um mês prisão preventiva de Josef Fritzl
  • "Não sou um monstro", diz austríaco
  • Em entrevista, cunhada diz que tinha medo Fritzl até em festas de família


  • Leia mais sobre: Áustria

      Leia tudo sobre: áustria

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG