Homem confessa ter coagido sua filha a esfaquear o gato da família

MUNCIE, Indiana - Um homem acusado de forçar sua filha de sete anos a esfaquear o gato da família segurando a faca em sua mão chegou a um acordo que o condenará a 18 anos de prisão depois de confessar o crime.

AP |

Daniel John Collins, 39, foi preso no dia 13 de março depois que a polícia disse que ele forçou sua filha a esfaquear Boots, o gato de oito meses da família. A menina e o outro filho de Collins, de 11 anos, disseram que seu pai mandou que esfaqueassem o gato porque queria que eles "aprendessem  a matar".

A polícia disse que o menino tentou esconder o gato, mas Collins encontrou o animal e o estrangulou diante dos filhos.

Collins, 39, confessou a culpa por violência doméstica e crueldade com animais na quinta-feira, reportou o jornal The Star Press. Ele está preso sob fiança de US$40 mil.

Ele disse durante a audiência que estava intoxicado quando o gato foi morto e que se lembra pouco daquele dia (além de ter caído sobre o gato num determinado momento). Ele não negou as alegações de seus filhos sobre suas ações.

Se o juiz aceitar a confissão de Collins ele será sentenciado a 18 meses de prisão. A sentença será dada no dia 28 de agosto.

Leia mais sobre gato

    Leia tudo sobre: gato

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG