Homem acusado de dirigir embriagado diz ter consumido apenas leite de égua

ALMATY, Cazaquistão - Uma corte do Cazaquistão inocentou um homem acusado de dirigir embriagado que confessou ter bebido alguns drinques antes de ser detido. O motivo? O homem não consumiu cerveja ou licor, e sim o leite fermentado de uma égua.

AP |

Acordo Ortográfico

O leite fermentado de égua, ou kumys, não está na lista de bebidas alcoólicas do Cazaquistão, apesar de conter até 4% da substância.

A bebida é popular no país, onde se acredita que tenha propriedades benéficas à saúde.

O homem, identificado apenas como R. Iskendirov, disse à corte que bebeu cerca de 1,5 litros de kumys com fins medicinais antes de assumir o volante em junho.

Ele foi preso sob suspeita de ter consumido cerveja.

Os promotores afirmaram nesta quinta-feira que Iskendirov mostrou a prescrição médica para uma porção diária de kumys.

A corte abandonou a acusação.

Leia mais sobre Cazaquistão

    Leia tudo sobre: cazaquistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG