Segundo autoridades locais, suspeito de invadir colégio na cidade de Chardon está sob custódia; há quatro feridos

Um homem abriu fogo nesta segunda-feira em uma escola em Chardon, no Estado americano de Ohio, deixando um morto e quatro feridos. De acordo com autoridades locais, o suspeito, que seria um aluno da escola, está sob custódia.

O estudante que morreu na ação do atirador foi identificado como Daniel Parmertor e tinha 16 anos.

Estudantes do Colégio Chardon se consolam após escapar de tiroteio em Ohio, EUA
EFE
Estudantes do Colégio Chardon se consolam após escapar de tiroteio em Ohio, EUA
EUA: Atirador mata 7 pessoas em Ohio e é morto pela polícia

De acordo com o porta-voz do FBI, a agente especial Vicki Anderson, o suposto atirador foi capturado perto de seu carro, a cerca de 1 km de distância da escola.

Por precaução, outros colégios da região foram fechados durante algumas horas. Chardon está localizada 50 km a leste de Cleveland, a segunda maior do Estado. Os estudantes gritaram e correram em pânico nos corredores quando o atirador começou a disparar logo depois do início das aulas na escola de 1,1 mil alunos.

Heather Ziska, 17, disse que estava na lanchonete quando ela e outros estudantes ouviram disparos no corredor. Ela disse ter visto um garoto que reconheceu como companheiros de estudos começar a atirar. Segundo Heather, ela e vários outros imediatamente correram para fora do local, enquanto amigos buscaram abrigo em uma instituição vizinha e outros se trancaram na sala dos professores.

"Todos começaram a correr", disse Megan Hennessy, 17, que estava em aula quando ouviu barulhos. "Todos corriam e gritavam", contou.

Imagens de TV mostraram pais ansiosos afastando crianças do prédio da escola, com ambulâncias podendo ser vistas do lado de fora. Inicialmente, o atirador feriu cinco estudantes, que foram levados a hospitais locais. Um deles morreu mais tarde.

Com AP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.