Atirador subiu ao palco do encontro, mas acabou sendo morto por guarda que cuidava da segurança na escola

Um atirador abriu fogo durante uma reunião da comissão de diretores escolares da Flórida, nos Estados Unidos, e foi morto por um tiro dado por um guarda que cuida da segurança da escola.

Nadeen Yanes, uma repórter da TV WMBB, disse que o homem subiu ao palco no encontro e anunciou ter uma moção. Ele então segurou uma lata de spray de tinta vermelha e desenhou um círculo com um V em seu interior.

Depois, segundo Yanes, o homem pegou uma pistola e começou a falar. De acordo com a mesma fonte, a integrante da comissão Ginger Littleton atingiu o atirador com sua bolsa. Ele então a empurrou para o chão  e começou a disparar aleatoriamente.

Yanes e outros conseguiram escapar correndo do local. A identidade do atirador não foi revelada pela polícia.

*AP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.