Homem abandona 11 crianças em dois hospitais de Nebraska

Washington, 25 set (EFE) - Um homem deixou hoje onze crianças, nove delas filhos seus, em salas de emergência de dois hospitais do estado de Nebraska, recorrendo a uma lei que exime de processo criminal quem abandonar seus filhos em certos lugares públicos. Fontes policiais disseram hoje que o homem não identificado deixou seus filhos, cinco crianças e quatro meninas, na sala de emergência do Centro Médico da Universidade de Creighton. Na quarta-feira, o homem tinha levado outras duas crianças, de 11 e 15 anos, ao Centro Médico Immanuel, disseram. A idade das crianças varia entre 1 e 17 anos, disseram as fontes. Por enquanto, não se sabem as razões pelas quais o homem abandonou as crianças, mas nenhuma corria perigo e todas foram recebidas em lares adotivos ou locais nos quais receberam os devidos cuidados, disse em entrevista coletiva um porta-voz dos serviços de saúde do estado. A lei, promulgada em julho deste ano, foi concebida com o objetivo de proteger os menores quando seus pais tivessem problemas para criá-los e define como criança uma pessoa com menos de 19 anos. A legislação substituiu outras disposições sobre o abandono de crianças que estabeleciam punições por negligência infantil, o que constitui uma falta menor, ou abuso infantil, que é um delito mais grave. Um total de 16 crianças foi abandonada desde que a lei entrou em vigor, mas duas delas não estavam amparadas pela medida porque uma foi levada a um quartel policial e a outr...

EFE |

EFE ojl/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG