Holder se torna o primeiro secretário de Justiça negro dos EUA

WASHINGTON - Eric Holder se tornou nesta terça-feira o primeiro secretário de Justiça negro dos Estados Unidos, e assegurou que, com sua liderança, não haverá lugar no departamento para favores políticos.

EFE |

"Enquanto tiver a oportunidade de liderar este grande departamento, não haverá lugar para favores políticos, nem razão para ser tímido no momento de executar as leis que protegem nossos direitos, nosso ambiente e nossos princípios", afirmou.

"Peço a cada funcionário deste departamento que, a partir de agora, retorne às práticas que são a base desta entidade. É hora, mais uma vez, de basear nossas ações em políticas que estão arraigadas na justiça e no desejo de transformar os Estados Unidos em um país mais justo", acrescentou.

Momento de mudanças

Holder, de 58 anos, assume o departamento de Justiça no momento em que a instituição quer avaliar e modificar várias das políticas empreendidas pelo governo anterior no que se refere à luta contra o terrorismo, incluindo o tratamento e os interrogatórios de suspeitos detidos.

Além disso, terá de limpar a prejudicada imagem do departamento de Justiça, manchada por uma suposta politização.

Durante a cerimônia de posse, presidida pelo vice-presidente Joe Biden, Holder assinalou que os EUA são um país "maravilhoso" porque pessoas como ele e o presidente Barack Obama podem "assumir cargos" como os que ocupam agora.

O novo secretário de Justiça americano comentou que a distância entre sua pequena casa do Queens, em Nova York, e a sede do Departamento de Justiça "não é tão grande como muitos podem pensar".

Senado aprova indicação

O Senado aprovou a indicação de Holder na noite de ontem, com 75 votos a favor e 21 contra, apesar da objeção de alguns republicanos.

A oposição questionou em reiteradas ocasiões sua independência jurídica e suas posturas com relação ao tratamento dos detidos estrangeiros ou do direito à posse de armas.

Durante sua audiência, Holder declarou que "a asfixia simulada é um tipo de tortura", em um claro sinal das mudanças que serão implementadas pelo novo Governo, mas que gerou mal-estar entre os que exigem uma postura mais dura contra os terroristas.

Leia mais sobre Eric Holder

    Leia tudo sobre: erico holder

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG