Holanda liberta 5 dos 12 somalis presos por suspeita de terrorismo

O Ministério Público explica que não há provas contra essas cinco pessoas

EFE |

As autoridades da Holanda libertaram cinco dos 12 somalis detidos na última sexta-feira por suposta participação no planejamento de um ataque terrorista, informou neste domingo a Procuradoria do país em comunicado.

O Ministério Público explica que não há provas contra essas cinco pessoas, mas os outros sete detidos continuam presos após passarem por interrogatório neste sábado. Dos cinco libertados, três deles - homens de entre 30 e 40 anos - foram transferidos às autoridades de imigração por não terem permissão para residir na Holanda. Os outros dois, que estavam com toda a documentação regularizada, foram postos em plena liberdade, explicou a Procuradoria.

As 12 prisões realizadas na sexta-feira em Roterdã (sul do país) ocorreram após um aviso dos serviços Inteligência da Holanda, que temiam um ataque terrorista iminente no país. Por enquanto, não se sabe o possível alvo dos supostos terroristas. Apesar do receio de terrorismo, as autoridades holandesas decidiram manter o nível de alerta "limitado", pois consideram que as possibilidades de um atentado no país são reduzidas.

    Leia tudo sobre: holandaterrorismosomalis

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG