Holanda liberta 11 dos 12 detidos como terroristas

Suspeitos foram presos na véspera de Natal e soltos aos poucos, apenas dois dos liberados continuam sob investigação

iG São Paulo |

Onze dos 12 cidadãos de origem somali detidos na Holanda na véspera do Natal pela suposta participação nos preparativos de um atentado terrorista estão em liberdade, informou o Ministério Público do país.

Os homens haviam sido detidos na cidade portuária de Roterdã depois do alerta dos serviços de inteligência holandeses (AIVD) de que eles planejavam um ataque em breve. Nenhuma informação sobre a ação foi divulgada. Cinco deles eram de Cardiff (País de Gales), quatro de Stoke-on-Trent (Inglaterra) e três de Londres. Todos estavam morando na Holanda e foram presos em suas casas ou vizinhança.

Apenas dois dias após a prisão, cinco homens foram soltos. Depois mais um. Na terça, o juiz encarregado do caso decidiu libertar cinco dos últimos detidos e prolongar por três dias a detenção de um integrante.

Das pessoas colocadas em liberdade, dois continuam como suspeitos na investigação. Até agora não foram encontradas armas e explosivos e não há notícias sobre o possível alvo dos supostos terroristas. Segundo o diário "De Telegraaf", as informações dos serviços de inteligência apontavam para um ataque contra helicópteros da base aérea de Gilze-Rijen, muitos dos quais serviram no Afeganistão.

*com EFE e AP

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG