Holanda investiga se houve falha na revista do voo a Detroit

Bruxelas, 26 dez (EFE).- As autoridades holandesas iniciaram hoje uma investigação para determinar se houve falha na revista dos passageiros do voo que nesta sexta-feira ia de Amsterdã para Detroit, nos Estados Unidos, e foi alvo de uma tentativa de atentado terrorista.

EFE |

A intenção é saber como o nigeriano conseguiu entrar na aeronave com o explosivo que tentou ativar dentro do avião, da companhia aérea Northwest Airlines e que transportava 278 passageiros. As informações são da agência holandesa "ANP".

Qualquer passageiro que embarcar num voo com destino aos EUA deve preencher um questionário sobre os motivos de sua viagem e passar em uma série de revistas de segurança também no aeroporto no qual fará escala.

O homem, de 23 anos e identificado como Umar Farouk Abdulmutallab, tentou fazer explodir o avião ativando material explosivo em sua perna injetando produtos químicos com uma seringa - passageiros e membros da tripulação conseguiram contê-lo. EFE.

mrn/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG