A Holanda vai aplicar um novo teste de agressividade de cachorros como condição para liberar a reprodução, posse e venda de cães da raça pitbull no país. A chamada Lei Pitbull, em vigor há 15 anos, vai ser revisada e a proibição de reproduzir, possuir e vender um cão pitbull vai ser suspensa, segundo o Ministério da Agricultura, Recursos Naturais e Qualidade Alimentar holandês.

A decisão foi tomada depois que uma comissão especial publicou um relatório constatando que o número de ataques com mordidas de cães - seguidos ou não de morte - não diminuiu desde que a lei foi implantada em 1993, quando três crianças foram mortas por pitbulls.

A cada ano, cerca de 230 casos de pessoas mordidas por cães são registrados na Holanda. Mas a comissão Van Sluijs concluiu que apenas uma pequena percentagem dos pitbulls ainda existente no país está envolvida.

Agora, para evitar que novos ataques ocorram, todo animal que tiver mais de 35 cm do chão até o dorso e tiver, em seu histórico, casos de ataque, vai ter que se submeter ao novo teste para medir o seu grau de agressividade. Os que não "passarem" no teste serão sacrificados.

Teste
O teste aplicado atualmente na Holanda para medir a agressividade de cachorros é feito em um ambiente fechado e dura 45 minutos. Situações como uma pessoa saindo detrás de uma parede ou uma boneca lançada ao animal são reproduzidas para ver se ele reage mais ou menos agressivamente.

Mas o teste não satisfaz nem ao Ministério da Agricultura, nem aos donos e nem à Sociedade Protetora dos animais e será modificado.

Uma das mudanças será a simplificação do teste e sua aplicação em ambiente aberto, já que a comissão Van Sluijs concluiu que a maior parte dos ataques contra adultos ocorre em locais públicos e abertos.

Há 193 cães com características de pitbull presos em canis na Holanda. Atualmente, se um determinado animal apresentar as características genéricas de pitbull listadas na Lei Pitbull, é aprisionado e possivelmente sacrificado.

Com a mudança na lei, os que não estiverem envolvidos em nenhum caso de ataque serão devolvidos imediatamente ao dono.

'Vitória'
A Sociedade Protetora dos Animais da Holanda comemorou a suspensão da lei que proíbe a reprodução e posse do pitbull.

O porta-voz do grupo, Niels Dorland, disse que "esta é a vitória de uma luta travada há 15 anos, já que até agora os pitbulls estavam sendo julgados pela sua aparência e não por seu comportamento".

Para ele a Holanda possui especialistas suficientes para desenvolver um teste eficaz e acabar com mortes inúteis de animais muitas vezes dóceis.

"O regulamento trouxe muito sofrimento e mandou muitos cães para asilos que ficaram superlotados e a sociedade abalada. O novo regulamento não vai olhar para a raça do animal, mas sim se ele apresenta um comportamento agressivo".

No site da organização, há uma série de conselhos para quem tem ou deseja obter um pitbull.

O Pitbull Terrier e parentes próximos como o American Strafford Terrier e o Stratfford Bull Terrier são raças polêmicas no mundo inteiro e geram acaloradas discussões contra e a favor de sua proibição.

Os defensores da raça aleguem que eles são dóceis e que o dono é que faz o cão.

Em muitos países europeus como Dinamarca, França, Noruega, Polônia e Grã-Bretanha, o pitbull é persona non grata.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.