Holanda começa a vender gasolina com etanol brasileiro

A Holanda começou a vender etanol brasileiro pela primeira vez nesta semana, depois que uma empresa desenvolveu tecnologia que permite o uso do álcool hidratado - o tipo produzido no Brasil - misturado à gasolina. A mistura, conhecida como hE15 biosuper, inclui um porcentual de 15% de etanol brasileiro à gasolina.

BBC Brasil |

Cerca de seis ou sete postos de gasolina já oferecem uma mistura de etanol considerada menos poluente, mas normalmente ela inclui com uma proporção de apenas 6% proveniente de beterraba e outros produtos produzidos na Europa.

A rede de abastecimento TankService Damsigt começou a oferecer a mistura em quatro postos de gasolina na Holanda, e pretende expandir a venda para 165 postos em dois anos.

Há também planos de expandir a venda em postos na Bélgica e Alemanha.

Biocombustível brasileiro

O etanol brasileiro começou a ser vendido na Holanda apesar de o país ter a tarifa mais alta de importação para o produto dentro do bloco europeu.

Mas com a tecnologia desenvolvida pela hEblendsB.V, o litro do hE15 biosuper chega ao consumidor a um preço de 1 centavo de euro mais barato do que o preço da gasolina tipo Euro 95.

O etanol brasileiro só pôde ser usado depois que uma pesquisa das empresas HE Blends BV e Design Process Center comprovou que maiores quantidades de água podem ser deixadas no etanol utilizado na mistura à gasolina.

Isso porque as especificações atuais para o etanol prevêem que menos de 1% de água esteja presente na sua composição. A explicação é que água demais na mistura etanol-gasolina causaria corrosão no motor do carro.

No processo atual, a água era retirada do etanol transformando-o em etanol anidro para que ele fosse misturado à gasolina, mas a pesquisa, feita com base em rigorosos testes em veículos de toda a Europa, concluiu que é possível deixar um porcentual maior de água na mistura, sem prejudicar os automóveis e com benefícios para o meio-ambiente.

Outro fator que facilita a introdução do hE15 biosuper na Holanda e no resto da Europa é o fato de que os motores não vão precisar ser adaptados para serem abastecidos com a nova mistura.

Estudos recentes mostraram que os carros fabricados atualmente no continente, sem motor flex, suportam até 22% de etanol em seus tanques.

Na Holanda, as cidades de Voorburg, Barendrecht, Spijkenisse e Roosendaal já dispõem de postos de gasolina da rede TankService Damsigt, que vendem o produto.

Abrangência

O diretor da Cleanfuel B.V., que distribui o hE15 biosuper, René Visser, estima que, dentro de dois anos, os 165 postos vão precisar de aproximadamente 23 milhões de litros de etanol, levando-se em conta que a proporção de etanol na gasolina deverá aumentar para 20%.

O embaixador do Brasil na Holanda, José Artur Denot Medeiros disse à BBC Brasil que "esta primeira iniciativa comercial usando o etanol brasileiro é uma vitória e fruto da visita de Estado do presidente Lula à Holanda, em meados de abril".

Na ocasião, Lula disse aos empresários e governo holandeses que o etanol brasileiro utiliza apenas 1% das terras aráveis para a plantação de cana-de-açúcar, e que a produção do etanol não ameaça a Amazônia, nem os pequenos proprietários.

Segundo a ministra para Habitação e Meio Ambiente da Holanda, Jacqueline Cramer, a entrada do etanol brasileiro no país e sua exportação para a Europa através do porto de Roterdã está prevista para começar em breve.

Ela diz que a entrada e exportação do produto para o restante do continente europeu estão passando por uma série de negociações que visam garantir que a Amazônia não será afetada pela plantação de cana-de-açúcar para etanol e que a produção não vai comprometer a terra em que produtos para a alimentação estejam sendo plantados.

Leia mais sobre: etanol

    Leia tudo sobre: etanol

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG