Bruxelas - Na próxima quarta-feira, a Holanda vai realizar as eleições locais que se transformaram em uma prévia do pleito geral convocado antecipadamente para 9 de junho, após a ruptura da coalizão de Governo no fim de semana passado.

Os holandeses elegerão os prefeitos dos 349 municípios, mas os assuntos locais ficaram em um segundo plano depois da convocação das eleições gerais.

"Já não há discussão de assuntos locais desde a crise de Governo. É mais difícil falar de questões municipais, toda a imprensa está ignorando", reconheceu à Agência Efe Nel van Dijk, diretora de um centro de estudos políticos de Amsterdã.

A coalizão de Governo rompeu no fim de semana passado, quando o Partido Trabalhista (social-democrata) deixou o Executivo pelas divergências sobre a continuação da presença de soldados holandeses no Afeganistão.

A grande maioria dos cidadãos holandeses se opõe que as tropas continuem no país asiático, onde já morreram 21 soldados do país.

Leia mais sobre: eleições

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.