Hitler tinha mau hálito e medo de dentista, diz estudo

Berlim, 7 fev (EFE).- Adolf Hitler tinha medo de dentista, halitose (mau hálito) e se alimentava muito mal, revela um estudo baseado nas anotações do homem que cuidava dos dentes do ditador alemão, o general da SS nazista Johannes Blaschke.

EFE |

As conclusões estão em "O dentista do diabo", trabalho de doutorado de Menevse Deprem-Hennen. Em declarações ao periódico alemão "Bild am Sonntag", o especialista explica que o estudo teve base em uma série de relatórios que durante anos estavam perdidos.

"É muito provável que Hitler sofresse de uma forte halitose", conta Deprem-Hennen, que diz ainda que o ditador nazista se alimentava muito mal e sofria de doença periodontal, que atinge a gengiva e a sustentação dos dentes.

"É provável também que, como muitas pessoas, Hitler tivesse medo do dentista", afirma o especialista, que tira essa conclusão pelo fato de, em vez de fazer um tratamento de raiz em uma ou duas sessões, o "Fuehrer" ter precisado chamar Johannes Blaschke até oito vezes. EFE ih/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG