Historiador diz que Polônia devia ter colaborado com Hitler

Varsóvia, 3 fev (EFE).- O historiador polonês Pawel Wieczorkiewicz afirmou que seu país deveria ter colaborado com a Alemanha nazista, o que poderia ter feito de Varsóvia a capital do Terceiro Reich, na sua opinião.

EFE |

As declarações foram concedidas em entrevista à revista de extrema direita "Templum Novum" e causou polêmica na Polônia, invadida pelos alemães na Segunda Guerra Mundial.

Para a publicação "Nigdy Wiecej", que se diz antifascista, Wieczorkiewicz defende a idéia de que Adolf Hitler foi um "extraordinário político entre os anos 1939 e 1940", e lamenta que a Polônia não tenha conseguido melhores relações com o nazismo.

Na entrevista, Wieczorkiewicz também elogiou o historiador britânico David Irving, conhecido por negar a existência do Holocausto. O professor polonês qualificou-o de "melhor especialista na história da Segunda Guerra Mundial".

Condenado por um tribunal da Áustria a três anos de prisão por questionar o Holocausto, Irving lançou teorias que negavam a existência das câmaras de gás, por exemplo. EFE nt/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG