explosivas sobre Kundera - Mundo - iG" /

Historiador diz que ainda há informações explosivas sobre Kundera

Praga, 21 out (EFE) - O Instituto para o Estudo dos Regimes Totalitários tcheco (USTRCR, em tcheco), que revelou recentemente uma suposta delação do escritor Milan Kundera, tem muitos arquivos comprometedores, segundo o historiador Jaroslav Cuhra. Assim afirmou hoje Cuhra ao jornal Hospodárskych Novín, dizendo que os arquivos, e não somente o novo Arquivo dos Serviços de Segurança, contêm uma quantidade enorme de informações que podem ser consideradas explosivas. Com toda certeza aparecerão novos dados, o que nos obriga a buscar uma maior abertura dos arquivos, segundo Cuhra, que enfatizou que é necessário saber o contexto e o momento em que tais documentos surgiram. O USTRCR foi criticado sistematicamente por comunistas e social-democratas, e a eles se somaram alguns políticos conservadores após a polêmica originada pelo caso Kundera. Não vejo nenhum erro pelo lado do instituto. É parte de um processo complicado.

EFE |

O que os historiadores têm que fazer com esse tipo de documento? Devolvê-lo ao lugar onde encontraram? Estou certo de que não", disse o antigo dissidente Jiri Grutorad, do conselho científico do USTRCR.

Em um esforço para aprofundar a memória histórica, o USTRCR foi criado recentemente para estudar o período do protetorado nazista sobre a Boêmia e a Morávia (1939-1945) e o regime comunista (1948-1989).

Seus especialistas garantiram a autenticidade dos documentários probatórios da delação de Kundera, que resultou na condenação a 22 anos de prisão do exilado ilegal Miroslav Dvoracek, que passou 15 anos na cadeia.

O autor de "A insustentável leveza do ser" negou categoricamente essas acusações.

Por sua parte, o ex-presidente tcheco Vaclav Havel, que durante sua dissidência política passou cinco anos nas prisões comunistas, pediu cautela aos historiadores e que levem em consideração as circunstâncias da época. EFE gm/wr/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG