Hispânicos pedem a Obama que empreenda reforma imigratória

Representantes hispânicos pediram neste sábado ao presidente eleito Barack Obama que emita uma moratória sobre as prisões e deportações de imigrantes, durante um grande ato realizado em Chicago.

AFP |

"O presidente Obama sabe que o sistema de imigração está roto e entendemos e acreditamos que se quer consertá-lo", afirmou o representante Luis Gutierrez.

"Estamos prontos para criar o apoio político, as bases de apoio de que Obama necessita", afirmou ainda.

O congressista falou com o futuro chefe de gabinete de Obama, Rahm Emanuel, quatro vezes durante as últimas duas semanas e se reunirá com novo presidente nos próximos dias para discutir a questao.

O Congresso americano não aprovou a versão mais recente sobre o tema, uma ampla legislação promovida em 2007 e que teria dado um status legal e uma via para a cidadania aos cerca de 12 milhões de imigrantes ilegais que residem atualmente nos Estados Unidos.

Obama esteve envolvido em negociações sobre o texto desta reforma imigratória, e a apoiou com entusiasmo, mas o tema ficou em segundo plano nos últimos meses da campanha 2008 eclipsado pela crise financeira.

Os ativistas sobre direitos dos imigrantes planejam uma grande marcha em Washington, em 21 de janeiro, no dia seguinte a que Obama virar o 44o. presidente dos Estados Unidos, a fim de chamar a atenção sobre o tema.

str/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG