infeliz - Mundo - iG" /

Hisbolá diz que derrubada de helicóptero no Líbano foi incidente infeliz

Beirute, 29 ago (EFE).- O grupo xiita Hisbolá, sobre o qual recaem todas as suspeitas do atentado em que foi derrubado um helicóptero militar e morto um tenente, classificou hoje o incidente de infeliz e doloroso, embora tenha anunciado que esperará pelo resultado da investigação.

EFE |

Em comunicado divulgado hoje, o Hisbolá não reconheceu abertamente que foram seus milicianos que dispararam contra o veículo, mas disse que apresentou às autoridades judiciais "detalhes e provas" que permitirão esclarecer os fatos.

O tenente libanês Samer Hanna, de 26 anos, morreu no acidente, depois que o helicóptero teve de fazer um pouso de emergência após receber vários disparos de advertência quando sobrevoava a região de Iqlim el-Tufah, no sul do Líbano.

"O Hisbolá cooperará com as autoridades judiciais e com o Exército para garantir que se saiba a verdade", assinalou em nota o grupo, liderado por Hassan Nasrallah.

O movimento xiita também expressou suas condolências à família de Hanna, e acrescentou que considera o tenente, que foi promovido a capitão após sua morte, um "mártir".

Além disso, no comunicado, o Hisbolá pede a todas as partes que não dêem "declarações sem fundamento" até que os fatos sejam conhecidos.

O Governo libanês se reunirá esta tarde para analisar o fato, informou a "Rádio Líbano".

Nas últimas horas se multiplicaram os discursos dos líderes da maioria parlamentar, contrários ao Hisbolá, que acusam direta ou indiretamente o grupo de efetuar os disparos. EFE ks/fh/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG