Hindu ganha direito de ser incinerado ao ar livre no R.Unido

Londres, 11 fev (EFE).- Um hindu residente no Reino Unido ganhou na justiça britânica o direito de ser incinerado em uma pira ao ar livre, o que abre precedente para que milhares de seus correligionários sigam seu exemplo.

EFE |

Davender Ghai, de 71 anos, teve negado inicialmente pela Prefeitura de Newcastle upon Tyne, nordeste da Inglaterra, esse tipo de cremação, que para os praticantes do hinduísmo é considera essencial para uma boa morte e a libertação do espírito.

Na quarta-feira, no entanto, o tribunal de apelações londrino concedeu o pedido ao opinar que o desejo de ser incinerado em uma pira não é incompatível com as leis atuais em matéria de cremações, segundo informa hoje o jornal "The Guardian".

"Estou muito feliz. Sempre tive fé que a justiça seria feita.

Agora posso morrer em paz", disse Ghai após escutar a sentença no alto tribunal.

Ghai explicou que a pira teria de ser de lenha e aberta ao ar livre, embora não se opõe que o local seja fechado com paredes, desde que o telhado esteja livre.

A sentença do tribunal de apelações permitirá agora que milhares de hindus residentes na Grã-Bretanha sejam incinerados em piras ao ar livre, o que poderia dar origem a novos crematórios.

O Ministério da Justiça tinha se oposto ao pedido de Ghai, argumentando que as cremações têm de ser realizadas em um prédio, ou seja, com suas paredes e teto. EFE jr/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG