Hillary volta ao Senado entre aplausos e abraços

Washington, 24 jun (EFE).- A senadora por Nova York Hillary Clinton voltou hoje ao Senado pela primeira vez desde que se licenciou do cargo para tentar a candidatura democrata à Presidência dos Estados Unidos.

EFE |

O retorno da ex-primeira-dama à câmara alta do Congresso americano foi marcado por aplausos e abraços.

Nesta terça-feira, Hillary se reuniu a portas fechadas com os senadores democratas, aos quais pediu que apóiem Barack Obama, vencedor nas primárias do partido.

Uma hora depois, ela apareceu junto ao líder da maioria democrata no Senado, Harry Reid, e do senador por Nova York Charles Schumer, um dos principais defensores de sua campanha.

"Estamos felizes por tê-la outra vez", declarou Reid, segundo, "quando a senadora entrou, todos ficaram de pé e a aplaudiram".

"Houve uma lágrima ou duas e muitos abraços", acrescentou o legislador.

Por sua vez, Hillary disse que volta ao Capitólio "com uma consciência ainda maior" do que têm que fazer em Washington, após ter passado meses percorrendo o país e falando com os eleitores.

"Vamos trabalhar muito para fazer com que o senador Obama saia eleito", afirmou a ex-primeira-dama, que nos últimos dias voltou a apelar a seus eleitores para que apóiem o senador negro nas eleições de novembro.

Na sexta-feira, a senadora e Obama aparecerão juntos pela primeira vez em um comício na localidade de Unity, em New Hampshire, escolhida para a ocasião tanto pelo simbolismo de seu nome - "Unidade", em português - como pelo fato de que ambos os candidatos receberam 107 votos nas primárias locais. EFE mv/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG