Hillary viaja para N.York depois de internação de Clinton

Washington, 11 fev (EFE).- A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, viajou hoje para Nova York depois que seu marido, o ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton, foi hospitalizado após sentir dores no peito, informou a rede de televisão CNN.

EFE |

A filha do casal, Chelsea Clinton, já está no hospital acompanhando seu pai, segundo a mesma fonte.

Até o momento, o que se sabe é que Hillary deixou a capital americana depois de sua reunião semanal com o presidente dos EUA, Barack Obama, na Casa Branca.

Hillary não parecia aparentar preocupação ou pressa quando deixou a residência oficial americana, segundo a imprensa local.

A secretária manteve sua agenda prevista para hoje e também conversou por telefone com o representante do Quarteto de Madri (EUA, ONU, União Europeia e Israel), Tony Blair, sobre o conflito no Oriente Médio.

A secretária de Estado deve viajar no sábado para Catar e Arábia Saudita, onde se reunirá com autoridades locais e participará de um fórum sobre as relações dos EUA com o mundo islâmico. Por enquanto, ainda não se sabe se a agenda mudará.

Bill Clinton, de 63 anos, foi internado no hospital presbiteriano de Manhattan após sentir dores no peito, informou em comunicado um conselheiro do ex-presidente americano, Douglas Band.

Segundo a nota, os cardiologistas do hospital colocaram em Clinton dois dispositivos para favorecer a circulação ("stents") em uma das artérias coronárias.

"O presidente Clinton está com bom ânimo e continuará com o trabalho em sua fundação e na entrega de ajuda e reconstrução do Haiti", acrescentou Band, que lembrou que o ex-presidente americano já passou por uma cirurgia de ponte de safena em 2004. EFE cae/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG