Hillary: solução de um Estado palestino e um israelense é inevitável

A secretária de Estado americana, Hillary Clinton afirmou nesta terça-feira, em sua primeira visita ao Oriente Médio, que a solução para o conflito no Oriente Médio passa de forma inevitável pela existência de dois Estados, um palestino e outro israelense.

AFP |

Ela pediu ainda um cessar-fogo duradouro na Faixa de Gaza como um primeiro passo para a paz na região.

Hillary fez estas declarações em uma coletiva de imprensa conjunta com a atual ministra das Relações Exteriores israelense, Tzipi Livni, que também defende o conceito de dois Estados, ao contrário do primeiro-ministro designado Benjamin Netanyahu.

Hillary também informou que os Estados Unidos enviarão dois representantes especiais à Síria.

"Mandaremos um representante do departamento de Estado e outro da Casa Branca para examinar questões bilaterais com a Síria", anunciou Clinton, acrescentando que os dois emissários discutirão com as autoridades sírias uma série de questões que afetam a ambos países.

Os Estados Unidos retiraram seu embaixador de Damasco em fevereiro de 2005 depois do assassinato do ex-primeiro-ministro libanês, Rafic Hariri, crime que Washington atribuiu à Síria, apesar dos desmentidos de Damasco sobre seu envolvimento.

bur-pfm/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG