Hillary se irrita com pergunta de estudante na RDC

A secretária de Estado dos Estados Unidos, Hillary Clinton, se irritou nesta segunda-feira com uma pergunta de um estudante congolês em Kinshasa, que pediu a opinião de seu marido, o ex-presidente Bill Clinton, sobre a participação da China ou do Banco Mundial na República Democrática do Congo (RDC).

AFP |

Hillary, que chegou na tarde desta segunda-feira a capital do país, como parte de sua viagem por sete países africanos, participou de uma reunião com jovens congoleses.

Durante o evento, um estudante perguntou: "Há interferência [no país] do Banco Mundial e dos chineses... qual a opinião do Sr.Clinton?", referindo-se aos contratos assinados entre a China e a República Democrática do Congo.

Visivelmente irritada, Hillary respondeu "quer saber o que pensa meu marido? Meu marido não é secretário de Estado, eu sou. Se você pedir minha opinião, eu lhe darei. Não vou falar por ele".

A secretária de Estado irá viajar na terça-feira para Goma (leste), onde se reunirá com o presidente Joseph Kabila e participará de uma mesa redonda com ONGs sobre a questão da violência sexual.

sct-epe/fb/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG