Hillary pede a Pequim publicar nomes dos mortos na Praça da Paz Celestial

A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, pediu nesta quarta-feira ao regime chinês publicar os nomes das pessoas mortas, desaparecidas ou presas durante a repressão às manifestações na Praça da Paz Celestial, Tiananmen, em Pequim, em 1989, há 20 anos.

AFP |

A China reforçou as medidas de segurança na praça, em Pequim, centro político do país, e aumentou a vigilância aos dissidentes, por ocasião do aniversário da repressão do movimento democrático na noite de 3 para 4 de junho de 1989.

As forças de segurança, inclusive, proibiram que os jornalistas filmassem Tiananmen.

sl/sf/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG