Hillary pede a latino da Flórida que votem em Obama

Kissimmee (Flórida), 8 set (EFE).- A senadora democrata por Nova York Hillary Clinton disse hoje no centro da Flórida que o mais importante agora é fazer Barack Obama vencer as eleições presidenciais dos Estados Unidos, que acontecem em novembro.

EFE |

Dentro de sua campanha pró-Obama, Hillary esteve hoje no Centro de Exibições de Osceola Heritage Park, em Kissimmee, lar de muitos eleitores porto-riquenhos.

"Minha relação com os hispânicos é de muito tempo. Sei que são gente de família, trabalhadores que merecem viver o sonho americano para eles e para seus filhos", disse a ex-primeira-dama.

"Muitos de vocês são de Porto Rico, onde vivi muitos momentos felizes. Vou estar no Senado. Vou lutar duro por vocês. Sendo senadora por Nova York, dou muita atenção à Flórida, porque é de lá (de Nova York) que muitos de vocês vieram, mas preciso de um presidente que me ajude, e é por isso que peço que apóiem Obama", afirmou a senadora.

Hillary, que desde as primárias não visitava o centro da Flórida, reconheceu a importância deste estado, ao qual se referiu como "fundamental" nas próximas eleições.

"Estou muito agradecida pelo apoio que vocês me deram durante as primárias, e hoje estou aqui com um simples mensagem: temos que trabalhar o mais duro que pudermos para eleger Barack Obama como próximo presidente", disse a ex-primeira-dama, quem arrancou gritos de apoio dos cerca de 500 presentes no ato, que não gritar "Hillary, Hillary! Viva Hillary!".

A senadora declarou ainda ainda que existem muitas razões pelas quais é preciso votar no candidato democrata nas próximas eleições, já que a Administração republicana tem o recorde de desemprego mais alto da nação desde 1970.

Hillary também responsabilizou o partido do atual presidente americano, George W. Bush, pela cada vez mais difícil situação econômica.

"A Flórida é um dos estados mais golpeados por esta situação, com uma das mais altas taxas de desemprego e execuções hipotecárias da nação", afirmou.

"Barack Obama é meu candidato e espero que também seja o de vocês. Eu fiz campanha com ele e contra ele por 16 meses. Vi sua paixão e determinação, e em sua própria vida é um exemplo do sonho americano realizado (...)", acrescentou. EFE wt/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG