O Irã está-se arriscando a sofrer as conseqüências, se não respeitar as resoluções da ONU, que pedem ao governo da República Islâmica que deixe de enriquecer urânio, disse a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, nesta terça-feira.

"Se o Irã não cumprir o mandato do Conselho de Segurança da ONU e da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), haverá conseqüências", frisou.

sl/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.