Hillary expressa preocupação com saúde de jornalista detida no Irã

Washington, 30 abr (EFE).- A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, expressou hoje grave preocupação com a saúde da jornalista americana Roxana Saberi, em greve de fome após ter sido condenada a oito anos de prisão no Irã.

EFE |

Em comparecimento na Comissão de Dotações Orçamentárias do Senado, Hillary afirmou: "temos uma grave preocupação com a saúde e o bem-estar de Saberi".

"Ela está muito descontente e rebelde por estar retida em uma situação tão horrível, e se encontra em greve de fome", afirmou a chefe da diplomacia americana, que pediu às autoridades iranianas para colocar imediatamente em liberdade a repórter, condenada por espionagem, uma acusação rejeitada pela jornalista e pelos EUA.

As autoridades iranianas negam que Saberi esteja em greve de fome.

Segundo Hillary, o Irã envia constante informação contraditória sobre a situação da repórter.

"Ouvimos respostas contraditórias o tempo todo, vão soltá-la, vão soltá-la em dois meses, vão condená-la a oito anos, vão entrar com uma apelação", explicou a secretária de Estado, que considerou que isto "demonstra a dificuldade que é tratar com Governo no Irã".

A secretária de Estado assegurou aos legisladores que Saberi, "do nosso ponto de vista, foi retida de maneira arbitrária, sem nenhum tipo de transparência ou processo devido. Pedimos ao Governo iraniano, tanto diretamente quanto através de outros emissários, para que a liberte". EFE mv/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG