WASHINGTON (Reuters) - A secretária norte-americana de Estado, Hillary Clinton, disse nesta quarta-feira esperar uma rápida retomada do diálogo entre palestinos e israelenses, num tom mais otimista do que o habitual entre funcionários do seu país. Esperamos que isso comece em breve, disse Hillary a parlamentares. Achamos que é absolutamente essencial que eles comecem a conversar sobre as questões do status final que os dividem..., mas estamos bastante cientes das dificuldades que nos esperam.

As negociações pelo fim do conflito de seis décadas foram abandonadas há mais de um ano, depois da operação militar de Israel na Faixa de Gaza, e os esforços por sua retomada por parte do enviado especial do governo Obama, George Mitchell, foram até agora infrutíferos.

O governo Obama pareceu desistir no ano passado de convencer Israel a paralisar a expansão de todos os assentamentos judaicos, algo que a Autoridade Palestina considerava crucial.

Israel aceitou paralisar por dez meses as obras em alguns assentamentos na Cisjordânia, mas deixando de fora comunidades em Jerusalém Oriental e seus subúrbios.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.