Hillary e Patriota lançam iniciativa internacional anticorrupção

Aliança busca também medidas para transparência governamental, com compartilhamento de experiências bem-sucedidas

AFP |

A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, e o chanceler brasileiro, Antonio Patriota, apresentaram nesta terça-feira em Washington uma iniciativa internacional para compartilhar experiências de transparência governamental e luta contra a corrupção.

A Aliança para os Governos Abertos (OGP, na sigla em inglês) pretende ser "uma rede de apoio para aqueles líderes e cidadãos que trabalham para construir maior transparência", disse Hillary no evento no Departamento de Estado.

AP
Secretária americana cumprimenta chanceler brasileiro durante encontro de alto nível no Departamento de Estado em Washington
Segundo Patriota, "a ideia é reconciliar um compromisso com a transparência e o bom governo, com métodos inovadores e a plena utilização das novas tecnologias para um governo aberto que dê garantias de que a democracia está sendo compartilhada por todos".

Hillary destacou também que a iniciativa, que será lançada formalmente em setembro na Assembleia Geral da ONU, tem importância especial no momento em que aumentam os protestos nos países africanos e do Oriente Médio. "Quando as populações são mantidas à margem das decisões dos governos e não têm voz nos processos políticos, eventualmente dirão ‘basta’", disse a secretária de Estado diante de representantes de 60 países e de várias organizações civis.

Presidência

A aliança será copresidida no primeiro ano por Brasil e Estados Unidos, e em um primeiro momento contará com a participação de México, Grã-Bretanha, Noruega, Filipinas, Indonésia e África do Sul.

"O importante é que não se propõe a ensinar ninguém como se comportar. É voluntário, constituído por países que decidiram se associar no esforço de melhorar suas práticas", disse Patriota.

O compromisso com governos abertos foi ratificado em um comunicado conjunto dos presidentes Barack Obama e Dilma Rousseff na visita do líder americano ao Brasil em março, recordou Patriota, para quem o esforço ressalta a "evolução gradual" das relações bilaterais.

No lançamento da aliança, Hillary elogiou ainda os esforços dos governos do Brasil nas últimas décadas, que conseguiram "tirar tantos da pobreza e ao mesmo tempo reforçar as instituições democráticas”.

    Leia tudo sobre: hillary clintoneuabrasilpatriotacorrupção

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG