Hillary e Obama percorrem a Pensilvânia na busca de votos para as primárias

Washington, 19 abr (EFE).- Os pré-candidatos democratas à Presidência, Hillary Clinton e Barack Obama, percorreram hoje várias cidades da Pensilvânia repetindo os ataques mútuos sobre qual dos dois ganharia em novembro, três dias antes das primárias nesse estado.

EFE |

Obama, que hoje liderou um percurso por trem em várias cidades, continuou sua linha de ataques baseado em que Hillary tomou diferentes posições sobre diversos temas, por conveniência política.

"Ela tomou uma posição diferente em diferentes momentos sobre assuntos tão fundamentais como o comércio e a guerra (no Iraque), segundo a política do momento", disse Obama na localidade de Wynnewood, uma das quatro paradas antes de concluir sua viagem ferroviária em Harrisburg esta noite.

Obama disse que a disputa eleitoral "se trata de quem trará uma verdadeira mudança aos Estados Unidos. Por isso estou me candidatando à Presidência".

O senador por Illinois também atacou seu adversário republicano, John McCain.

Embora tenha considerado McCain um herói de guerra, Obama afirmou que o senador do Arizona "não entende os problemas da economia, promove os mesmos cortes orçamentários (do presidente George W.) Bush para os mais ricos".

McCain, que conseguiu ganhar mais terreno entre seu próprio partido, não teve atividades eleitorais hoje.

Hillary programou uma viagem por cinco cidades do estado, e a cada uma leva sua mensagem sobre a incerteza econômica nos Estados Unidos, um tema recorrente de sua campanha nas últimas semanas.

Em West Chester, Hillary pediu aos eleitores que, ao pensar nos grandes desafios que os EUA enfrentam, levem em conta sua vasta experiência política.

Para Hillary, o país precisa de um líder capaz de dar resposta a assuntos como a concorrência da China, a volatilidade no Oriente Médio, o déficit comercial e a dívida externa.

"Não quero me apresentar em dar um desses discursos emocionantes", disse, "quero que as pessoas pensem bem", disse Hillary, com um tom de ironia sobre o estilo e a retórica utilizados por Obama em seus discursos.

Na localidade de York, a senadora democrata prometeu que, se ganhar a Presidência, ela lutará por uma melhor cobertura médica e melhores serviços de educação para todos os americanos.

A Pensilvânia está entre os últimos dez estados da nação que ainda têm que realizar primárias entre abril e junho, como prévias às convenções dos dois partidos, a democrata em agosto, em Denver (Colorado), e a republicana no mês seguinte, em St. Paul (Minnesota).

Segundo as pesquisas mais recentes, Hillary continua em vantagem em relação a Obama na Pensilvânia, mas o senador por Illinois conseguiu diminuir a margem de diferença. EFE mp/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG