Moscou, 27 fev (EFE).- A crise nuclear envolvendo a Coreia do Norte e a próxima conferência para a reconstrução da Faixa de Gaza concentraram hoje uma conversa telefônica do ministro de Assuntos Exteriores russo, Serguei Lavrov, e da secretária de Estado americana, Hillary Clinton.

Os dois ministros "repassaram a situação em torno do problema nuclear na península da Coreia, em vista dos anunciados planos de Pyongyang de lançar um míssil para colocar um satélite no espaço", informou a Chancelaria russa, em um breve comunicado.

A tensão na península aumentou nos últimos dias devido aos planos da Coreia do Norte de lançar um míssil de longo alcance, segundo informações de fontes sul-coreanas.

Além disso, Hillary e Lavrov falaram dos preparativos da conferência para a reconstrução da Faixa de Gaza, após a operação militar israelense, fórum que será realizada no domingo e na segunda-feira no balneário egípcio de Sharm el-Sheikh.

A Rússia, que junto com EUA, ONU e União Europeia integra o Quarteto de Madri para o Oriente Médio, é um dos patrocinadores dessa conferência.

Além disso, Moscou pretende receber este ano, em seu território, uma nova reunião internacional sobre o Oriente Médio.

Em Sharm el-Sheikh, acontecerá o primeiro encontro de Lavrov e Hillary após a chegada ao poder da nova Administração americana do presidente Barack Obama, com o que Moscou e Washington têm esperanças de abrir uma nova etapa em suas relações.

Lavrov viajará do Egito à Espanha, onde se incorporará à delegação russa que acompanha o presidente russo, Dmitri Medvedev, em sua visita de Estado ao país europeu, a primeira a um país da União Europeia desde sua chegada ao Kremlin, em maio de 2008. EFE si/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.