Hillary e Gates vão se encontrar com ministros russos--agência

MOSCOU (Reuters) - Os ministros da Defesa e das Relações Exteriores da Rússia vão se encontrar com Robert Gates e Hillary Clinton, seus correspondentes nos Estados Unidos, para discutir medidas estratégicas antes de um encontro presidencial no dia 2 de abril, disse uma autoridade russa nesta sexta-feira. O novo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, deve se encontrar com o líder russo Dmitry Medvedev pela primeira vez, durante uma cúpula de 20 potências cujo objetivo é discutir reformas financeiras globais e maneiras de combater a crise econômica.

Reuters |

Medvedev expressou ter esperança de que o governo Obama ajude a melhorar as relações entre os dois países, estremecidas devido a grandes desentendimentos, entre os quais a um sistema de escudo antimísseis planejado por Washington.

"É claro, os ministros das Relações Exteriores e da Defesa, Sergei Lavrov e Anatoly Serdyukov, e seus colegas norte-americanos... vão discutir a cooperação neste formato de confiança antes da cúpula do G20, em Londres", disse o vice-chanceler Sergei Ryabkov, segundo a agência de notícias Itar-Tass.

Ryabkov não especificou quando ou como as conversas vão acontecer. Este será o primeiro encontro de Lavrov e Serdyukov com a nova secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, que assumiu o cargo este mês.

Robert Gates, secretário da Defesa que permaneceu do governo de George W. Bush, já se encontrou com os dois russos.

Washington planeja expandir um sistema de defesa para o leste europeu, e a Rússia enxerga isso como uma ameaça direta à sua segurança. Este é um dos maiores problemas a ser resolvidos entre os dois países, e já foi abordado em outros encontros.

Na quarta-feira, a agência de notícias Interfax informou que Moscou suspendeu seus planos de alinhar mísseis na fronteira com a Polônia, que faz parte da Otan.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG