Hillary diz que Obama retomará uma associação vigorosa com a América Latina

A secretária de Estado americana designada, Hillary Clinton, afirmou nesta terça-feira, ante o Senado, que o governo de Barack Obama retomará uma política de associação vigorosa com a América Latina.

AFP |

"Em todo o hemisfério, temos oportunidades para melhores nossas relações, de forma que beneficiem a todos, e voltaremos à política de participação vigorosa, de associação, com a América Latina", afirmou Hillary, durante a audiência de sua confirmação no cargo.

"Compartilhamos de interesses políticos, econômicos e estratégicos comuns com nossos amigos do sul, assim como muitos de cidadãos compartilham legados ancestrais e culturais", assinalou a ex-primeira-dama.

Especificamente com o México, terceiro sócio comercial dos Estados Unidos, "devemos construir uma associação mais profunda para enfrentar os perigos compartilhados e os desafios de nossa fronteira, esforço iniciado esta semana".

Hillary se referiu assim ao encontro que Obama manteve na segunda-feira com o presidente mexicano Felipe Calderón na primeira entrevista de um presidente com o substituto de George W. Bush na Casa Branca.

É costume entre o México e os Estados Unidos desde os anos 19980 que o presidente mexicano seja o primeiro chefe de Estado a se reunir com o novo presidente americano antes de tomar posse.

sr/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG