Cairo, 15 fev (EFE).- A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, afirmou hoje que o Irã está se tornando uma ditadura militar e que as instituições civis e lideranças religiosas estão sendo substituídas pela Guarda Revolucionária.

Hillary participou de um fórum com jovens na capital do Catar, Doha, aonde chegou ontem para uma visita pela região. Ainda hoje ela irá para a Arábia Saudita.

"O Irã está indo rumo a uma ditadura militar", disse a chefe da diplomacia americana, em declarações reproduzidas pelo canal "Al Jazira".

"A Guarda Revolucionária está suplantando o Governo do Irã (...).

Vemos que o Governo do Irã, o líder supremo, o presidente, o Parlamento, estão sendo suplantados", continuou.

No mesmo evento, Hillary reiterou o que havia dito ontem no Fórum Estados Unidos-Mundo Islâmico: Washington só dialogará se o Irã se comprometer a colocar sob supervisão internacional seu programa de desenvolvimento nuclear. EFE ag/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.