Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Hillary diz que é cedo para contabilizar mortos do terremoto no Haiti

Washington, 14 jan (EFE).- A secretária de Estado, Hillary Clinton, disse hoje que ainda é cedo para calcular o número de mortos deixados pelo terremoto no Haiti e indicou que os Estados Unidos e o mundo devem fazer o possível para ajudar o Haiti a sair de seu ciclo de desespero.

EFE |

Hillary, que participou de vários dos programas matutinos de televisão, lembrou que o Haiti ainda estava se recuperando, com ajuda dos Estados Unidos, das Nações Unidas e de outros países, dos prejuízos causados pelas tempestades tropicais do ano passado, quando ocorreu o terremoto que devastou Porto Príncipe.

"Estamos fazendo todo o possível para determinar qual é a melhor maneira de encarar esta devastação e este será um esforço de longo prazo", acrescentou Hillary.

A secretária de Estado assinalou que as unidades da 82ª Divisão Aerotransportada do Exército dos Estados Unidos começam a chegar hoje ao Haiti, que o porta-aviões "Carl Vinson" se aproxima da nação e que "a Guarda Costeira teve um desempenho magnífico na retirada de feridos". EFE jab/dm

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG