A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, disse nesta sexta-feira que a ajuda para o desenvolvimento será um sócio igualitário da diplomacia e da defesa para alcançar os objetivos da defesa dos Estados Unidos no governo de Barack Obama.

"Queria vir aqui hoje com uma mensagem muito simples", disse Hillary aos centenas de funcionários da Agência Nacional para o Desenvolvimento Internacional (USAID) que a aplaudiam, um dia depois de sua posse como chefe da diplomacia americana.

"Eu acredito no desenvolvimento, e acredito, de todo o coração, que ele é de fato um sócio igualitário da defesa e da diplomacia, no futuro da segurança nacional dos EUA", afirmou.

Segundo Carol Lancaster, ex-oficial da USAID, Condoleezza Rice, que ocupava o cargo antes de Hillary, foi acusada de enfraquecer a missão da agência ao transferir orçamento e pessoal para o departamento de Estado, transformando-a em um "esqueleto".

Rice também é criticada por delegar as funções de reconstrução no pós-guerra de países como Afeganistão e Iraque ao Pentágono.

Hillary prometeu que a USAID será "fortalecida", com acesso a um orçamento "adequado".

lc/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.