Hillary desmente negociações de troca de prisioneiros entre EUA e Irã

Washington, 3 fev (EFE). A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, disse hoje que os Estados Unidos não estão negociando uma troca de prisioneiros com o Irã, como sugeriu em entrevista o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, e pediu a Teerã que liberte todos os cidadãos americanos detidos no país.

EFE |

"Não há negociações entre EUA e Irã, e acho que deveriam libertar unilateralmente nossos cidadãos detidos", disse a secretária de Estado ao término de uma reunião com o ministro de Assuntos Exteriores do Barein, Sheik Khalid ben Ahmed al-Khalifa.

Em entrevista à televisão iraniana, Ahmadinejad disse nesta terça-feira que havia negociações para uma possível troca de três americanos por iranianos presos nos EUA.

Ahmadinejad lamentou que existam nos EUA iranianos presos há sem acusações formais.

A secretária de Estado disse que "é difícil saber" o que o presidente do Irã queria dizer em suas declarações e afirmou que se o Governo iraniano tem alguma questão sobre algum cidadão iraniano nos EUA, "há canais oficiais que pode utilizar para expressar suas preocupações".

Hillary pediu ao Irã para que liberte todos os cidadãos americanos que estão atualmente detidos no país por considerar que suas detenções são infundadas.

"Achamos que estão injustamente detidos e deveriam ser postos em liberdade sem demora", enfatizou a secretária. EFE elv/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG