Hillary deixa Coreia do Sul rumo à China

Seul, 20 fev (EFE).- A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, deixou hoje Seul rumo à China, a última etapa de sua viagem pela Ásia, sua primeira saída ao exterior oficial desde que assumiu o cargo, em janeiro.

EFE |

A chefe da diplomacia americana saiu por volta das 19h30 (7h30 de Brasília) do aeroporto de Seul rumo a Pequim.

Hillary, que chegou na quinta-feira a Seul, se reuniu hoje com o ministro de Exteriores sul-coreano, Yu Myung-hwan, e depois pediu que a Coreia do Norte deixe as provocações e realize uma desnuclearização "completa e verificável".

A ex-primeira-dama se reuniu também com o presidente sul-coreano, Lee Myung-bak, para um almoço de trabalho, e com o primeiro-ministro, Han Seung-soo, com os quais defendeu um fortalecimento da aliança entre Coreia do Sul e EUA.

Durante sua visita, além do tema nuclear norte-coreano, Hillary abordou as relações bilaterais entre Seul e Washington, a mudança climática, a crise econômica e a reconstrução no Afeganistão.

Antes de deixar a capital sul-coreana, Hillary assistiu a um encontro com estudantes universitárias e mulheres de destaque em diversos âmbitos na Universidade para Mulheres de Ehwa, em Seul.

Em sua viagem asiática, que começou na segunda-feira passada, a chefe da diplomacia dos EUA já havia passado por Japão e Indonésia.

EFE ce/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG