Hillary Clinton visita o Líbano

A chefe da diplomacia americana, Hillary Clinton, fez uma escala neste domingo no Líbano, onde serão realizadas em junho as legislativas que os EUA esperam sem ingerência e que podem dar vitória ao Hezbollah, movimento xiita que Washington boicota.

AFP |

Nesta visita, Hillary Clinton, que vinha do Iraque e do Kuwait, encontrou o presidente libanês, Michel Sleimane. Ela também visitou o túmulo do ex-primeiro-ministro, Rafic Hariri, assassinado no início de 2005 em um atentado do qual a Síria é suspeita, mas nega qualquer envolvimento.

"Eu vim manifestar o apoio do presidente (Barack) Obama ao povo do Líbano, para um Líbano independente e soberano e para eleições livres e sem ingerência", declarou à imprensa a secretária de Estado ao final de seu encontro com Sleimane.

As legislativas de 7 de junho constituem a primeira votação nacional no Líbano desde as violências de maio de 2008, as mais graves desde o fim da guerra civil em 1990.

Interrogada sobre a possibilidade de um sucesso do Hezbollah e de seus aliados da minoria, Hillary Clinton preferiu não "especular".

sl/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG