esforço de longo prazo para ajudar Haiti - Mundo - iG" /

Hillary Clinton vê esforço de longo prazo para ajudar Haiti

WASHINGTON (Reuters) - A secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, afirmou nesta quinta-feira que os Estados Unidos vão dar assistência de longo prazo ao Haiti, para ajudar o país a recuperar-se do terremoto devastador ocorrido nesta semana. Este vai ser um esforço de longo prazo. Temos a crise imediata de tentar salvar as vidas que puderem ser salvas, de tratar dos feridos... de tentar fornecer alimento, água, remédios, alguma espécie de abrigo, disse Clinton ao programa Today, da NBC.

Reuters |

Ela acrescentou que o governo norte-americano também está preparado para trabalhar com o governo haitiano e outros parceiros internacionais para começar a reconstruir o país.

"Essa calamidade afetou 3 milhões de pessoas. Levou à destruição de dezenas de milhares de construções. Sabemos que haverá dezenas de milhares de vítimas", disse Hillary, sem falar em números específicos de mortos.

Em entrevista à CNN, ela afirmou que uma equipe militar norte-americana reabriu o aeroporto para que possa começar a receber aviões pesados.

Hillary também prometeu assistência dos EUA ao governo haitiano. "As autoridades que existiam antes do terremoto não têm condições de funcionar plenamente. Vamos tentar apoiá-las à medida que restabelecem sua autoridade."

Segundo ela, a força de paz da Organização das Nações Unidas (ONU), com 7.000 integrantes, está ajudando a manter a ordem e receberá apoio da 82a Divisão Aerotransportada do Exército para controlar saques e outros atos de violência.

O Pentágono está enviando um porta-aviões ao Haiti, que Clinton disse que chegará em breve, e três navios anfíbios, incluindo um com capacidade para transportar 2.000 fuzileiros navais.

"Temos uma resposta muito coordenada em curso", afirmou à CNN. Hillary interrompeu uma viagem ao Pacífico para retornar a Washington e lidar com a crise.

"Enviamos a Porto Príncipe algumas de nossas equipes especializadas em buscas e resgate. Elas estão iniciando seu trabalho. Estamos coordenando nossa ação com o presidente haitiano."

(Reportagem de David Morgan e Bill Trott)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG