Hillary Clinton preocupada com influência de Pequim e Teerã na América Latina

A secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, manifestou nesta sexta-feira sua preocupação com as incursões diplomáticas da China e do Irã na América Latina, classificadas por ela de bastante preocupantes.

AFP |

"Se observarmos as conquistas, particularmente na América Latina, que o Irã está fazendo, que a China está fazendo, são bastante preocupantes", disse Hillary diante de diplomatas e de outros altos funcionários do Departamento de Estado.

"Eles estão estabelecendo conexões políticas e econômicas muito fortes com vários líderes (regionais latino-americanos). Não creio que isso vá a favor de nossos interesses", advertiu Hillary.

A chefe da diplomacia norte-americana respondeu às preocupações expressadas por um ex-alto funcionário do Departamento de Estado sobre a tentativa de aproximação do governo do presidente Barack Obama com o mandatário venezuelano, Hugo Chávez.

Hillary explicou que a postura em relação a Chávez faz parte da busca de uma nova aproximação com esse governo antiamericano depois dos fracassos dos esforços do governo de George W. Bush em isolá-lo.

lc/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG