Hillary Clinton pede união para eleger Obama

Hillary Clinton pediu aos democratas reunidos nesta terça-feira, em Denver, que se unam em torno do candidato à Casa Branca Barack Obama, destacando que todos estão no mesmo time.

AFP |

"Estou aqui como uma orgulhosa partidária de Barack Obama (...) Ele é meu candidato e será nosso presidente", disse Clinton, em meio aos aplausos da multidão democrata que lotou o Pepsi Center.

Não importa "se votaram em mim ou em Barack, chegou o momento de nos unirmos, como um só partido, com o único objetivo" de eleger Obama presidente dos Estados Unidos.

"Estamos no mesmo time e nenhum de nós pode ficar à margem" desta eleição, disse Hillary Clinton na Convenção Nacional do Partido Democrata. "Esta é uma luta pelo futuro. Uma luta que devemos ganhar juntos".

"Quando Obama estiver na Casa Branca, ele revitalizará nossa economia, defenderá os trabalhadores americanos e enfrentará os desafios mundiais de nossa época. Os democratas sabem como fazer isto. Eu me lembro do que o presidente Clinton e os democratas já fizeram, e o presidente Obama e os democratas farão mais".

A senadora por Nova York também homenageou Michelle, a mulher de Obama, e o vice da chapa democrata, Joe Biden.

Barack Obama tem "uma parceira fantástica em Michelle Obama". Quem escutou "o discurso de Michelle na noite de ontem sabe que ela será uma grande primeira-dama para a América".

"Os americanos também terão a chance de ver Joe Biden ao lado de Barack Obama". Biden "é um líder firme e um homem de bem (...) Ele é pragmático, forte e prudente".

A ex-primeira-dama, que manteve uma ácida disputa com Obama durante as primárias do Partido Democrata, destacou que os americanos "não suportaram os últimos oito anos" de governo do presidente George W. Bush para sofrer mais com a "liderança fracassada" do Partido Republicano.

Obama qualificou o discurso da senadora de extraordinário: "Foi excelente, um discurso firme. Deixou claro que vamos estar unidos em novembro para ganhar esta eleição".

Já o comitê de campanha do candidato republicano, John McCain, destacou que Hillary Clinton não afirmou no discurso que Obama está pronto para dirigir o país.

"A senadora Clinton deixou claro, durante sua campanha, que Obama não estava pronto para ser o comandante-em-chefe (...) E em nenhum momento esta noite disse o contrário, mudou de opinião. Em nenhum momento disse que Obama está pronto para governar", destacou Tucker Bounds, porta-voz da equipe de McCain.

"Milhões de partidários de Clinton e de americanos continuam preocupados com sua capacidade para ser presidente", afirmou Bounds.

arz/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG