Hillary Clinton fala com ministro chinês sobre ciberataque ao Google

A secretária de Estado dos Estados Unidos, Hillary Clinton, conversou nesta sexta-feira com seu colega chinês, Yang Jiechi, sobre o recente ciberataque que o Google sofreu no país asiático, em reunião que avaliou como franca.

EFE |

A chefe da diplomacia americana explicou em entrevista coletiva em Londres, divulgada pelo Departamento de Estado, que abordou o tema com seu colega chinês em encontro entre ambos durante uma conferência sobre o Afeganistão e o Iêmen.

"Foi uma conversa franca", disse Hillary, que acrescentou que eles concordaram em seguir discutindo o assunto dentro dos diálogos bilaterais entre China e EUA.

"Tivemos uma troca de opiniões muito positiva", acrescentou a secretária de Estado, que ressaltou que os Estados Unidos seguem pensando que é importante garantir que "ninguém use a internet para propósitos de censura ou repressão".

Crise diplomática

No último dia 12, o buscador ameaçou fechar suas operações na China após sofrer um ciberataque proveniente do país asiático, dirigido a contas de e-mail de ativistas pró direitos humanos, e que aparentemente afetou também pelo menos a outras 34 companhias nos EUA.

O ataque causou tensões entre EUA e China, pois Washington saiu em defesa do Google e se reuniu com funcionários da embaixada chinesa para pedir explicações.

Leia mais sobre: Google - China

    Leia tudo sobre: chinagoogle

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG