nova era - Mundo - iG" /

Hillary Clinton diz que América entra em uma nova era

WASHINGTON - A nova secretária de Estado americana, Hillary Clinton, iniciou nesta quinta-feira o seu primeiro dia no posto e disse que está começando uma nova era na política externa americana.

Redação com agências internacionais |


AP
Funcionários do Departamento de Estado cumprimentam Hillary Clinton

Funcionários do Departamento de Estado cumprimentam Hillary Clinton

"Estou absolutamente honrada e emocionada, além do que posso expressar, em estar aqui como a 66ª secretária de Estado de nossa nação, e acredito, com todo o meu coração, que esta é uma nova era para os Estados Unidos", disse Hillary, que foi recebida com aplausos pelos funcionários do Departamento de Estado, em Washington.

Hillary disse aos funcionários que existem três aspectos da política externa: a defesa, a diplomacia e o desenvolvimento - e prometeu trabalhar para que a ênfase do governo americano deixe de ser a defesa.

"Nós deixaremos claro, à medida que avançarmos, que a diplomacia e o desenvolvimento são ferramentas essenciais para concretizar os objetivos de longo prazo dos Estados Unidos", afirmou a nova secretária de Estado.

"E eu vou fazer tudo que posso, trabalhando com vocês, para deixar bastante claro que uma diplomacia robusta e um desenvolvimento efetivo são as melhores ferramentas de longo prazo para garantir a segurança americana", acrescentou.

Confirmação

O Senado dos Estados Unidos confirmou nesta quarta-feira, por 94 votos a 2, o nome da senadora Hillary Clinton como secretária de Estado americana.

Os dois únicos votos contrários à confirmação de Hillary foram dados pelos republicanos Jim DeMint, da Carolina do Sul, e David Vitter, de Louisiana.

O primeiro voto de confirmação foi dado pelo presidente do Comitê de Relações Exteriores do Senado, John Kerry, que fez um inflamado discurso em defesa de Hillary.

Os democratas queriam que a confirmação de Hillary Clinton se desse ainda na terça-feira, mas o senador republicano John Cornyn, do Texas, havia exigido que se promovesse um debate no Senado relativo às doações recebidas pela fundação criada pelo marido da senadora, o ex-presidente Bill Clinton.

Leia também:


Leia mais sobre Hillary Clinton


    Leia tudo sobre: hillary clinton

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG