A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, indicou Dan Fried como emissário para intensificar os esforços dos Estados Unidos para transferir detentos da prisão de Guantánamo, que será fechada, informou um porta-voz nesta quinta-feira.

Clinton pediu a Fried, secretário de Estado adjunto para assuntos de Europa e Eurásia, que ocupe o posto e assuma suas funções em breve, revelou o porta-voz do departamento de Estado, Robert Wood.

O cargo não precisa da confirmação do Senado.

A prisão de Guantánamo foi aberta em 2002 para receber acusados de terrorismo capturados no Afeganistão, Paquistão e em qualquer lugar para onde o governo de George W. Bush levou a cabo sua "guerra contra terror".

Desde então, prisioneiros eram mantidos em Guantánamo sem julgamento, acusação formal ou acesso a advogados.

Durante sua campanha eleitoral, o presidente Barack Obama prometeu fechar o centro de detenção, que fica em Cuba. Ao assumir o cargo, anunciou o fim dos tribunais militares e o fechamento de Guantánamo antes de 2010.

lc/sd/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.