A Secretária de Estado americana, Hillary Clinton, condenou neste domingo o golpe em Honduras contra o presidente Manuel Zelaya, o que viola os preceitos democráticos da Organização dos Estados Americanos (OEA).

"Convocamos todas as partes, em Honduras, a respeitar a ordem constitucional e o estado de direito, reafirmando a vocação democrática do país e a que se comprometam a resolver pacificamente suas disputas políticas, através do diálogo", acrescentou.

Em Madri, o chefe do governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, expressou neste domingo sua mais "enérgica condenação à detenção e à expulsão ilegal" de Honduras do presidente Manuel Zelaya e exigiu seu "imediato retorno ao cargo".

mlm/ds/cd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.