Hillary analisa com chanceler da Colômbia acordo sobre bases

Washington, 18 ago (EFE).- O chanceler colombiano, Jaime Bermúdez, e a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, analisarão hoje vários pontos da agenda bilateral, entre eles o acordo recém pactuado entre os dois países em cooperação militar contra o narcotráfico e o crime organizado.

EFE |

O acordo, que provocou duras críticas sobre a presença militar dos EUA na América do Sul, foi selado na sexta-feira passada em Washington, mas agências governamentais dos dois países terão que revisá-lo antes da oficialização.

As autoridades não deram mais detalhes sobre o acordo, mas, segundo algumas informações divulgadas pela imprensa, permitirá que os EUA utilizem sete bases militares na Colômbia para vigiar as atividades do narcotráfico no litoral do Pacífico.

O pacto com os EUA aconteceu após a recusa do Governo do Equador de renovar o acordo de dez anos para que os americanos continuassem utilizando a base militar de Manta.

Os planos dos EUA para o uso das bases geraram mal-estar entre alguns Governos da região, especialmente de países-membros da Aliança Bolivariana para as Américas (Alba), que os veem como uma ameaça. EFE mp/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG