corrida armamentista com Irã nuclear - Mundo - iG" /

Hillary adverte de corrida armamentista com Irã nuclear

Washington, 20 mai (EFE).- A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, advertiu hoje sobre a possibilidade de uma corrida armamentista no Oriente Médio se o mundo permitir que o Irã consiga armas nucleares.

EFE |

"Um Irã com armas nucleares e com um sistema para atirá-las disparará uma corrida armamentista no Oriente Médio" e na área, disse Hillary, ao explicar as metas da política externa dos Estados Unidos para a região.

Hillary fez essa advertência ao comparecer diante de uma subcomissão do Senado para defender o orçamento do ano fiscal de 2010 para o Departamento de Estado, a primeira de duas audiências previstas para hoje sobre o assunto.

Segundo a secretária de Estado, se for permitido que o Irã desenvolva uma capacidade nuclear, isso representaria uma "ameaça extraordinária", mas o enfoque do Governo de Washington é impedir as ambições nucleares de Teerã através da via diplomática.

O argumento dos Estados Unidos, disse Hillary, é tentar convencer as autoridades iranianas de que um programa nuclear "os tornará menos seguros".

No entanto, a chefe da diplomacia americana reconheceu que a campanha de pressão política dos Estados Unidos e do mundo pode não ser considerada no Irã, agora que este país se encontra em plena campanha eleitoral.

Dando continuidade à política externa do Governo anterior, a Administração do presidente Barack Obama tenta evitar que o Irã possa desenvolver armas de destruição em massa - inclusive expressou sua vontade de dialogar com Teerã.

No entanto, também deixou claro que o regime iraniano tem que renunciar a suas ambições nucleares ou se arriscará a um maior isolamento diplomático e possíveis sanções.

Segundo os observadores, a efeitos práticos, isso significa que os Estados Unidos e o Irã continuarão estagnados em relação ao tema, a julgar pelas declarações de funcionários iranianos de que o programa nuclear tem fins pacíficos. EFE mp/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG