Nova Délhi, 14 fev (EFE).- O herdeiro da dinastia Gandhi, Rahul, cujo nome era cogitado para liderar as listas do governista Partido do Congresso nas eleições gerais indianas, previstas para o primeiro semestre, apontou hoje o atual primeiro-ministro, Manmohan Singh, como seu candidato para o cargo.

Apesar de a legenda ainda não ter feito um anúncio oficial sobre quem será o aspirante a chefe de Governo, Gandhi, secretário-geral da formação, se distanciou hoje dos boatos e elogiou Singh, segundo a agência "Ians".

"Meu candidato a primeiro-ministro para as próximas eleições à Câmara Baixa é Manmohan Singh", afirmou Rahul à imprensa no estado de Gujarat, oeste, onde está visitando.

"Já respondi a esta pergunta muitas vezes no passado", afirmou Gandhi, quando os repórteres perguntaram sobre se ele seria o candidato do Partido do Congresso.

Rahul assegurou que tentará regenerar as juventudes da histórica legenda, para tentar atrair o voto dos eleitores jovens nas eleições gerais, previstas para abril ou maio.

Na semana passada, a líder do Partido do Congresso, Sonia Gandhi - mãe de Rahul -, já elogiou a "sagacidade" de Singh e defendeu sua "liderança contínua", mas não revelou se ele seria o candidato a primeiro-ministro. EFE amp/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.