Helicópteros se chocam na Colômbia e 6 militares morrem

BOGOTÁ (Reuters) - Seis militares morreram, incluindo um general, e cinco ficaram feridos nesta terça-feira após o choque de dois helicópteros durante uma manobra de decolagem em uma base do Exército no sudoeste da Colômbia, região que concentra uma ofensiva contra um dos líderes das Farc. O Comando Geral das Forças Militares informou que o acidente entre um helicóptero da Força Aérea e um alugado pelo Exército ocorreu perto do município de Chaparral, no departamento de Tolima, a 200 quilômetros ao sudoeste de Bogotá.

Reuters |

"O acidente aéreo ocorreu quando dois helicópteros colidiram... enquanto executavam manobras de decolagem", disse um comunicado oficial.

Uma das vítimas fatais do acidente foi o general Fernando Joya, que acabava de assumir como comandante da unidade militar.

Também morreram o coronel Arturo Herrera Castaño, comandante da Brigada Móvil 20; um tenente coronel do Exército, um técnico da Força Aérea, e os tripulantes do helicóptero alugado.

Fontes militares informaram que uma das aeronaves explodiu depois de atingir o solo.

O acidente aconteceu minutos após o lançamento da Força de Tarefa Conjunta do Sul de Tolima, uma unidade especial formada pelo Exército para capturar ou matar Alfonso Cano, principal comandante das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

Uma comissão de investigadores foi enviada ao local do acidente para descobrir as causas do acidente.

(Reportagem de Luis Jaime Acosta)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG